Pretty friends on a hen night
For fun!

9 passos para ser a melhor madrinha de todas!

Muitas amigas da noiva na hora que aceitam ser madrinhas, nem imaginam o que as esperam. Para algumas pode ser uma tarefa fácil, outras brigam com a noiva no meio do caminho. Mas seu maior papel nessa fase, é dar apoio emocional para a noiva.
Ser convidada para ser madrinha de casamento é o máximo, e isso mostra o valor que você tem para a noiva. Afinal, ela está dando a você a honra de ser uma parte importante do casamento! Só não se esqueça de que, com o privilégio, vem também a responsabilidade!

Uma boa madrinha não esta presente só no dia do casamento. É daquelas que acompanha tudo de perto, que ajuda no que puder e pede pra noiva colocar o nome dela na barra do vestido, claro. Participa do processo de planejamento e oferece ajuda dando ideias, fazendo companhia para visitar os fornecedores, fazendo lembrancinhas ou organizando o chá de lingerie.

A madrinha ideal é aquela que faz pela noiva, o que gostaria que fizessem por ela, quando invertidos os papéis. Um dia ela também será uma noiva, se ainda não foi, e nessa hora ter um ombro amigo é muito bom.

Acompanhe aqui algumas dicas para ser uma madrinha nota 10!

 

1. Mostre interesse!

Toda noiva é MUITO animada quando o assunto é próprio casamento. Isso significa que é bem provável que ela passe o tempo todo falando nisso, contando todas as novidades. Isso pode ser um pouco chato. Mas você, a madrinha perfeita, não irá reclamar, certo! E ainda vai escutar, pacientemente, todas as vezes que ela contar, de novo, tudo que já providenciou para a festa.

Incentive-a a falar sobre os preparativos do casamento, faça perguntas, mostre que possui um interesse genuíno sobre o andamento das coisas. Assim, ela se sentirá confortável pra conversar, sabendo que pode contar com você nos momentos difíceis.

 

2. Fale de assuntos diferentes de casamento.

Ok, agora você já está bem compreensiva, bem receptiva para ouvir sobre o casamento. Só que não para por aí não. É também necessário que a noiva se distraia disso tudo, pelo menos de vez em quando.

Inclua na conversa outros assuntos de interesse da noiva, que ela tenha um equilíbrio nesta fase. Isso certamente a ajudará a relaxar e dar boas risadas.

 

3. Seja companheira na hora das compras.

Acompanhe a noiva na compra de alguns itens, sempre que possível. Sirva de apoio psicológico, ofereça sua opinião e conselhos, se ela aceitar.

Preste atenção com o que fala. Encontre maneiras delicadas de dizer o que pensa, sem ofender as escolhas dela. A preparação de um casamento envolve sonhos. Perceba que o modelo de vestido de casamento que ela escolheu, por exemplo, pode não ser o seu preferido, mas é o vestido dos sonhos dela.

Quando achar que alguma coisa não é a ideal, exponha sua opinião com calma e carinho, dando outras sugestões. Visite outras lojas com ela e procure outras opções.

Só não se esqueça de que o casamento é dela, ok!

4. Aceite o vestido que ela escolher pra você!

Hoje em dia é muito comum a noiva decidir sobre os trajes que as madrinhas deverão usar. Por isso, nem adianta brigar. Aceite de bom grado a cor que ela escolher, mesmo que ache que a cor definida não lhe caia bem.

É o dia dela! Tudo pensado com muito carinho. Certamente, a escolha da cor deve ter um motivo, que pode ser, por exemplo, para combinar com a decoração.

Nunca banque a revoltada e arme um complô de madrinhas para discutir com a noiva a cor que ela escolheu!

5. Cuidado ao escolher a despedida de solteira/chá de cozinha.

As amigas da noiva sempre têm uma ideia super legal para o chá de cozinha, ou então, programam aquela balada para uma despedida de solteira. Só que esquecem de perguntar para a principal interessada o que ela de fato gostaria de fazer…

Procure ajudar no sentido de fazer essas comemorações sejam do agrado da noiva. Algo que ela vá curtir, mesmo que não seja o sua diversão ideal. O importante é que todas se reúnam para compartilhar de momentos felizes juntas, que possam ser lembrados com alegria depois. É muito comum as madrinhas baladeiras insistirem pra que a noiva faça uma super balada na despedida de solteira, mesmo que isso não tenha nada a ver com a personalidade dela. Mais uma vez, seja amiga e ajude a fazer destes momentos algo de significado e felicidade para a noiva.

6. Seja pró-ativa.

Ajude no planejamento da festa sempre que possível. E sem que a noiva precise lhe implorar pra isso. Afinal, madrinha serve pra trabalhar também, não só pra aparecer!

7. Sejam um grupo! Unido!

Mulher é um bicho complicado né, quando o santo não bate com a outra não tem jeito…sai de perto!

Evite ao máximo suscitar sentimentos de competição entre as madrinhas. Por incrível que pareça, isso as vezes acontece. E é muito desagradável, claro. Mesmo quando não tiver simpatia por alguma madrinha, não demonstre nem critique a escolha da noiva. Brigar então, nem pensar! Imagine em quantas coisas a noiva precisa pensar, e tire dela a necessidade extra de ter que administrar uma indisposição entre suas escolhidas.

Durante a fase de planejamento o contato entre as madrinhas é constante… colabore para harmonia do grupo!

8. Seja atenciosa.

Pequenas demonstrações de carinho e atenção fazem toda a diferença na vida de uma noiva! Se agir assim, tenha certeza de que sua atuação como madrinha será inesquecível! E não custa nada!

Se perceber que a noiva está muito estressada, por exemplo, chame-a pra tomar um café, pra passear num lugar tranquilo ou coloque-se a disposição para ajudá-la no que precisar. Mande mensagens de apoio e ajude-a a se lembrar de detalhes que talvez ela tenha esquecido. Seja uma boa madrinha, de verdade!

9. O grande final!

O dia do casamento pode ser tenso, mas a energia tem que estar positiva. Atualmente é comum as madrinhas combinarem de se arrumarem juntas, com a noiva, e este momento acaba sendo inesquecível para todas elas.

Pode ser que a noiva não esteja nessa vibe positiva. Aí entra as madrinhas maravilhosas em ação! As vezes, a noiva fica tão nervosa no dia do casamento, que nem sabe mais se quer casar! Choram, bebem ou ficam totalmente neuróticas, achando que alguma coisa vai dar errado na cerimônia ou na festa.

Nessas horas, tenha a percepção de quando é adequado falar e quando é adequado deixá-la sozinha, reorganizando os próprios pensamentos.

E se ela começar a exagerar na bebida ou nos remédios pra relaxar, tome as rédeas da situação e impeça sua amiga de estragar o próprio casamento! Converse, com jeitinho, e acalme-a. Providencie pra que ela coma e procure distraí-la do nervosismo.

Depois, é só curtir o momento e aproveitar a festa!

Junte-se ao
Uma vez por semana lhe enviaremos nossa seleção de insights, tendências e tudo o que você precisa saber para que o grande dia seja inesquecível!