Stressed couple from financial problems
Dicas!

10 Coisas que você deve discutir antes de casar

Já pensou que quando você diz sim ao seu namorado está falando sim para as famílias e todos os detalhes financeiros de uma vida a dois. Vida a dois não é só amor, tem supermercado, contas, filhos, etc.

Segundo pesquisas, a maioria dos divórcios se dá por problemas financeiros.

Nicole Lapin é especialista em finanças pessoais e autora do livro Rich Bitch: A Simple 12-Step Plan for Getting Your Financial Life Together e disse ao site Brides algumas dicas de como planejar e cuidar das finanças antes e depois do casamento. 

1. Sem segredos

Qualquer tipo de segredo em uma relação pode ser prejudicial. Ninguém gosta de se sentir enganado, por isso é bom já esclarecer tudo no começo. Um dos piores segredos são os financeiros.

Mesmo você não sendo orgulhosa de seus hábitos de compras, seu cônjuge precisa saber que você tem dificuldades para controlar seus gastos e sempre está cheia de boletos de lojas para pagar. Se você já se enrosca em contas sem estar planejando um casamento, imagina quando estiver ou depois de casada!

2. Controle suas despesas pessoais 

Isso inclui tudo, desde a manicure até as sessões de fisioterapia, dentista e lanchinhos. Você vai ver como gasta mais do imagina em besteiras, e somando os gastos de besteiras você percebe que poderia investir muito em seu casamento.

3. Monte uma planilha com suas dívidas 

Fazendo isso você terá uma visão geral de suas finanças e ficará mais fácil decidir por qual dívida você deve começar a quitar. Isso é importante para você ter uma idéia de quanto deve.

Não comece a pagar um festa de casamento ou um financiamento de uma casa rodeada de dívidas, o risco de dar errado e isso se tornar uma bola gigante é grande.

4. Tenha metas financeiras

Conversas financeiras são chatas, mas necessárias! Ou o casal faz isso ou não terão nada juntos. As metas vão ajudar a definir quanto gastar em um casamento, se esse é o momento de ter uma festa ou dar entrada em um apartamento, e se vão começar a guardar dinheiro juntos.

Ter o hábito de planejar metas para uma festa, uma lua de mel ou um carro só vai facilitar a vida do casal. É importante sempre ter uma reserva financeira!

5. Definam suas expectativas

Para evitar brigas horríveis é melhor falar a verdade. Você vai ficar muito brava em ouvir “Eu não sabia que seu sonho era ter uma festa de casamento / um carro zero / uma pós graduação.”

Converse sobre onde o dinheiro deve ser investido, já que você paga todas as contas em dia. Cada um tem um sonho, uma realização pessoal, e isso tem que ficar claro desde o começo.

6. Controle seu orçamento

Crie uma planilha no Excel e preencha com todas as suas despesas e dívidas para calcular o quanto você tem e por onde o seu dinheiro esta “fugindo”, você pode ter que decidir o que é necessidade no momento e assim começar a cortar gastos.

7. Definam metas para o casal

Além da meta pessoal existe a meta do casal. Planos como uma casa, chácara, viagem, carro ou o próprio negócio também deve ser esclarecido. Depois de saberem os planos futuros, definam o que deve ser feito primeiro.

A união faz a força!

8. Vida real

Namorar não é o mesmo que morar junto! Entenda o estilo diário de gastos de cada um por pelo menos um mês. Será que seu noivo não fica sem tomar um café da tarde na Starbucks enquanto você leva marmita no almoço? Ou ele não fica sem academia e você sem aquela roupa?

Entendendo os gastos pessoais fica mais fácil respeitar os interesses pessoais e hobbies. Para o seu noivo pode ser importante gastar dinheiro com boteco ou lavagem de carro toda semana, mas que pra você é menos importante que sua manicure.

9. Banco

O que você pretende fazer com sua conta bancária depois que casarem?

Se vocês não pretendem unir as contas, montem um plano para que cada um se torne responsável por determinada conta a pagar.

10. Entenda qual o gasto e ganho do parceiro

Vocês não tem o mesmo salário e a mulher pode querer ficar em casa, se vocês tem filhos. Conversem e discutam em como cada vai contribuir para a relação financeiramente, ou de outra forma. Será que esse é momento da esposa parar de trabalhar? Precisamos mesmo de uma empregada?

É melhor falarem desde cedo sobre os problemas de cada um, mesmo sendo desconfortável, ou até mesmo constrangedor, antes que as coisas saiam do controle e cause sérias complicações na relação.

Junte-se ao
Uma vez por semana lhe enviaremos nossa seleção de insights, tendências e tudo o que você precisa saber para que o grande dia seja inesquecível!
GUIA PARA
NOIVAS SEM TEMPO
O “GUIA PARA NOIVAS SEM TEMPO” irá ajudá-la, de um modo muito fácil, a planejar sua festa de casamento durante o horário de trabalho sem perder em produtividade e, o mais importante, sem perder o emprego!