comida japonesa em casamento
Gastronomia

Que tal comida japonesa para casamento?

Ter a opção de comida japonesa para casamento é um diferencial para sua festa. Veja quais cuidados são necessários para este tipo de buffet.

O buffet, sem dúvida, é um dos atrativos em um casamento. Os convidados geralmente ficam curiosos para saber o que será servido e ansiosos para provar as iguarias. Colocar um buffet extra pode ser uma surpresa para os convidados e um convite ao prazer da gula.

Conquistando cada vez mais paladares, a comida japonesa para casamento é uma tendência cada vez mais procurada pelos noivos – e admirada pelos convidados.

O buffet extra vem se tornando presente em casamentos e, normalmente, a culinária japonesa é a escolhida. Eu acho que, por ser uma comida leve e que agrada a muitos paladares, ela vem conquistando espaço, e veio para ficar.

Comida japonesa para casamento: o que e como servir

Várias são as maneiras de harmonizar o menu da comida japonesa para casamento e, ainda assim, manter a sua essência. A opção mais acertada é servir as peças mais tradicionais, com destaque para o sushi, sashimi de salmão e atum e o hot filadélfia, que tem um séquito de admiradores.

A forma como será servida depende da escolha dos noivos, do espaço disponível no local e do cronograma da festa, pode ser oferecida como entrada ou jantar, por exemplo. Ainda, pode ser disposta em forma de buffet americano ou então como finger food, quando garçons ou, porque não, gueixas circulam no ambiente e servem os convidados.

Ideias de ilhas gastronômicas para casamento

Tipos de buffets temáticos para casamento

Como contratar o serviço: cuidados necessários

  1. Temperatura

A comida japonesa para casamento, por ser servida geralmente crua, é muito sensível à variação de temperatura. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de transportar os ingredientes, manipular e até servir.

Certifique-se de que o fornecedor possui freezers ou veículos refrigerados para transportar e acondicionar as peças até o local da festa.

  1. Degustação

Se você já conhece um buffet de comida japonesa para casamento e quer contratá-lo para sua festa, ótimo. Do contrário, terá que experimentar a comida de todos os buffets que for orçar. É fundamental que você conheça o sabor e a qualidade do que será servido.

Observe, também, a disposição, a apresentação e o tamanho das peças. O visual conta muito quando se trata de comida. Tenha referências: se você não tem ninguém que conheça o fornecedor, peça a ele que dê o contato de alguns clientes para você pesquisar.

  1. Contrato

Cada fornecedor tem uma forma de trabalhar. A contratação pode ser por tempo de serviço ou pela quantidade de peças. Aí você terá que alinhar com o fornecedor a maneira que for mais conveniente.

A opção por tempo de serviço é a mais aconselhada. Afinal, o fornecedor pode se estruturar melhor e garantir que haverá comida durante o tempo em que foi contratado – e você não corre o risco de algum convidado ficar sem comer porque acabou.

  1. Tempo de Serviço

O período em que a comida será servida pode variar entre duas a cinco horas. Os valores são calculados de acordo com o cardápio escolhido e número de convidados.

  1. Decoração

Assim como o buffet principal, o extra também deve receber uma decoração para torná-lo uma experiência ainda mais gostosa. Muitas vezes, o próprio fornecedor da comida dispõe de objetos de decoração que combinem com o estilo da comida e pode cuidar da decoração.

Pronto! Agora você já pode preparar esta deliciosa surpresa em seu casamento, e, garanto: encantar seus convidados.

Já serviu comida japonesa em seu casamento? O que acha dessa ideia? Conte pra gente pelos comentários e até a próxima. 

 

Fotos: Pinterest

GUIA PARA
NOIVAS SEM TEMPO
O “GUIA PARA NOIVAS SEM TEMPO” irá ajudá-la, de um modo muito fácil, a planejar sua festa de casamento durante o horário de trabalho sem perder em produtividade e, o mais importante, sem perder o emprego!