lista de convidados de casamento como fazer
Planejamento

Dúvidas sobre a lista de convidados do casamento

A lista de convidados do casamento é um assunto delicado, e que pode gerar algumas dúvidas. Decidir quem deve convidar para o casamento e como fugir de frias é o que você vai aprender agora!

Segura que o assunto de hoje é polêmico! Não tem um casamento que não passe pelo famoso dilema da lista de convidados.

E não adianta, pode ser festa grande ou mais compacta, os noivos sempre acabam cheios de incógnitas e discussões sobre a lista de convidados do casamento. Mas, calma, há uma luz do fim do túnel para resolver esse impasse!

Com um pouco de bom senso, conhecimento sobre formalidades e, claro, muito jogo de cintura, tudo se resolve! No post de hoje, você terá as respostas para as muitas perguntas que ficam na cabeça dos noivos na hora de fazer a lista de convidados do casamento. Vamos lá?

“Quantas pessoas incluir na lista de convidados do casamento?”

Essa é uma pergunta que só você e seu noivo podem responder. E a base está no orçamento disponível e no tipo de festa que querem dar: se é algo mais íntimo, um mini wedding, a festança do ano, etc.

Como fazer a lista de convidados para casamento?

“Podemos convidar uma tia mais próxima sem convidar o resto dos irmãos dos meus pais?”

De que tipo de proximidade estamos falando? Se você só tem convivência com essa tia, e com os demais não, convide apenas ela.

Você não precisa chamar todos os irmãos dos seus pais se nem os vê ou conhece direito. Adote como regra a afinidade e a frequência de contato. Agora, se você vê todos da mesma forma, evite intrigas e envie convites sem exceções.

“Precisamos convidar todos os nossos primos?”

Para essa pergunta sobre a lista de convidados do casamento, vale o mesmo pensamento da anterior. Se vocês estão se questionando sobre isso, é porque devem ter vários primos envolvidos na história, certo?

E selecionar, nesse caso, não é falta de educação. O importante é que estejam presentes os que realmente fazem parte da vida do casal.

“Decidimos não convidar crianças para a festa. Devemos colocar apenas o nome dos adultos no convite?”

Essa é uma questão delicada, mas muito comum nos dias de hoje! Não convidar as crianças é uma forma de reduzir o número de convidados e não fazer cortes no orçamento, mas pode ser uma situação complicada de lidar.

Convidar algumas crianças e outras não, acredite, fica chato. Pense bem antes de fazer essa determinação e, ao definir que a festa é somente para adultos, explique a questão para seus convidados. Eles vão entender!

“Precisamos convidar todos aqueles que nos convidaram para os seus casamentos?”

Claro que não! Você convida quem acha que deve convidar. Não é porque alguém, há 10 anos, te convidou para seu casamento que agora você tem essa obrigação de retribuir o convite.

O tempo passa, e com ele a vida da gente vai mudando e as pessoas ao nosso redor também. Então, inclua na lista de convidados do casamento apenas quem faz parte, realmente, da vida do casal!

“Recebemos presente de alguém que não estava na lista de convidados. Devemos mudar de opinião?”

Que situação, hein? Essa é, mesmo, de tirar o fôlego, pois não há uma regra para lidar. Vocês precisarão analisar a situação com cautela. Dependendo da forma que o presente for entregue e a proximidade ao evento, a sua postura pode mudar.

Se for anterior à entrega dos convites, fica simpático que você inclua essa pessoa – mesmo sem esse convite estar planejado. Agora, se você já entregou os convites há tempo, fazer isso a essa altura do campeonato ficará algo forçado. Neste caso, entende-se que essa pessoa sabe que não estará na data, mas, ainda assim, quis dar um mimo aos noivos.

“As pessoas estão adicionando convidados na confirmação do RSVP. O que fazer?”

Ai, que difícil! Tente usar o jogo de cintura nessas ocasiões!

Isso geralmente acontece no caso das crianças (que não foram convidados, mas os pais acabam levando) ou de namorados (que, muitas vezes, vocês nem sabiam que existiam!). O comum é não se opor em casos assim, mas se você perceber que a situação está saindo do controle, tente conversar sobre a restrição com os convidados originais – mas, claro, não seja indelicada!

“Muitas pessoas estão dizendo que não vão ao casamento. Podemos convidar outras pessoas em cima da hora?”

Isso é feio, muito feio. Nada de convites em cima da hora, as pessoas acabam percebendo que não foram suas primeiras escolhas, e isso pode criar uma grande saia justa!

O recomendado é que, no momento de elaborar a lista de convidados do casamento, você já conte com uma margem maior de convidados, pois sempre há aqueles que não podem comparecer.

“As pessoas irão recusar o convite se a festa for no domingo, considerando que elas trabalham na segunda-feira?”

É, não podemos mentir que a festa na sexta ou sábado, potencialmente, tem maior adesão. Não é por má vontade, mas a gente sabe que pode ser complicado para quem trabalha na segunda-feira logo cedo encarar uma festa na noite anterior.

E imagina só aqueles que moram longe: ainda vão precisar fazer uma viagem! Se você decidir se casar no domingo, prefira começar a festa mais cedo – que tal fazer um sunset?

E aí, deu para tirar suas dúvidas sobre a lista de convidados do casamento? Outras situações podem surgir, mas tenha sempre o bom senso como ponto norteador. O recomendado é sempre priorizar a presença de quem realmente faz parte da história do casal. Com delicadeza e jogo de cintura, você consegue montar a sua lista sem gerar catástrofes na sua família e entre os amigos. Mãos à obra!

Você tem outras dúvidas sobre a lista de convidados do casamento? Já passou por alguma saia justa? Deixe sua mensagem nos comentários e ajude outras noivinhas em apuros a lidar com a situação. Até a próxima!

GUIA PARA
NOIVAS SEM TEMPO
O “GUIA PARA NOIVAS SEM TEMPO” irá ajudá-la, de um modo muito fácil, a planejar sua festa de casamento durante o horário de trabalho sem perder em produtividade e, o mais importante, sem perder o emprego!