erros-planejamento-do-casamento
Planejamento

Os 8 erros mais cometidos durante o planejamento de um casamento

O sonho de organizar uma bela festa de casamento pode ser difícil e nos levar a tomar decisões erradas. Normal, você nunca fez isso na sua vida! Mas se você conseguir prever as falhas mais comuns de planejamento de casamento tudo pode ficar mais fácil.
P lanejar um casamento é trabalhar com sonhos, e sonhos podem nos fazer meter os pés pelas mãos. A vontade é de deixar tudo perfeito e os convidados, realizados! Só que não dá pra contar só com a sorte pra isso.

Este post existe justamente pra você identificar alguns erros comuns no planejamento de uma festa de casamento e descobrir as falhas mais comuns.

1. Planejar antes de definir um orçamento

Planeje sua festa de acordo com o valor que tiver para isso… parece tão óbvio, mas não é.

Escolher um vestido ou o local do casamento antes de definir um orçamento, ou seja, antes de você saber o quanto pode gastar, é quase igual a comprar roupas sem olhar os preços. As consequências podem ser desastrosas… Imagina só ter que cortar metade de sua lista de convidados para pagar o vestido dos sonhos?

E se enganar no estilo da própria festa? Acontece… sem planejamento, tudo pode acontecer. Já pensou, comprar um super vestido de noiva estilo princesa, e depois resolver casar na praia?

Não caia nessa armadilha. Não inverta a ordem das coisas, primeiro sempre decida o quanto tem para gastar. Depois, decida sobre a lista de convidados e em terceiro lugar, o local da festa. Se seguir esta ordem, dificilmente se verá em maus lençóis…

O orçamento é que define suas opções. Isso ajudará nos momentos de tomada de decisão, evitando gastos desnecessários e empréstimos de ultima hora.

2. Esquecer do plano de backup

Plano de back up seria um plano B. Uma segunda opção no caso de alguma coisa não der certo…

Casamentos ao ar livre (campo, praia ou quintal), por exemplo, precisam ser cuidadosamente planejados. Isso porque montar uma festa que fique á mercê do tempo, pode ter algumas implicações e imprevistos. O risco de chover ou de acontecer, de repente, uma ventania, é alto… Se você for daqueles que conta com a sorte, provavelmente não vai pensar num jeito de driblar isso caso aconteça.

Se a previsão do tempo informa que pode chover no dia do seu casamento, coisa que você só descobre quase no próprio dia, providenciar uma tenda é obviamente uma precaução super acertada; um investimento necessário. Claro que talvez ela não seja usada, mas mesmo assim, o aluguel não será dinheiro jogado fora.  Já pra conseguir uma na última hora, além de dar muita dor de cabeça, vai custar mais caro…

3. Subestimar custos extras

Esse erro é muito comum…!

Esse erro é comum porque geralmente um dos noivos pensa que o dinheiro gasto com uma equipe de decoração, por exemplo, é excessivo, e então decide fazer por conta própria a decoração e outros itens… Cuidado, isso é um perigo!

Não subestime o trabalho alheio. Tudo tem seu preço.  No caso citado antes, da tenda para chuva, você pode ter a tentação de pensar que instalar uma destas é fácil então deixa que eu mesmo faço se precisar… Ledo engano. Ou então, achar que vai conseguir montar a festa sozinho, ou sozinha? Pois saiba que contratar uma equipe de decoração é imprescindível. Já viu uma festa sendo montada? E a quantidade de pessoas envolvidas para que seu dia seja perfeito?

Qualquer serviço prestado em um casamento precisa de uma logística adequada, funcionários especializados para instalar e montar corretamente, em várias tarefas que nós nem imaginamos.

Ser humilde e admitir que o trabalho do outro vale o quanto custa é o jeito mais fácil de garantir que dará tudo certo em seu grande dia.

Outro detalhe. Não pense que, por mais planejado que seja o seu casamento, não há riscos de aparecerem gastos extras. Sempre podem surgir pequenos itens que esquecemos de comprar, a lista de convidados pode aumentar, ou seja, terá um extra pra acertar com o buffet… isso sem falar de itens que podem quebrar durante a festa e você precisará repor… entre outros.

 

4. Planejar cerimônias longas demais

Ninguém merece uma cerimônia longa demais.

A festa ideal tem duração de cinco horas. Depois deste período, as pessoas vão embora naturalmente.

Cuidado para não se empolgar demais, e acabar incluindo muitas coisas no decorrer da recepção. Muitas coisas tornam a cerimônia cansativa, principalmente se estiverem todos em pé e o jantar ainda vai demorar pra acontecer. Convidados cansados, suados e com fome não sairão muito felizes do seu casamento, não é?

A cerimônia ideal tem aproximadamente 30 minutos, no máximo. Atrasar, pelo contrário do que parece, não é de bom tom. Não deixe seus convidados em pé e com fome… Planeje as atrações que desejar para após o jantar.

Trate bem deles!

5. Esquecer de fornecer informações aos fotógrafos

Se você escolheu se casar na praia ou no campo, é bem provável que deseje tirar algumas fotos com o pôr do sol, certo?

Pois para que suas fotos fiquem perfeitas, converse com o fotógrafo antes de preparar os convites do casamento. Leve-o até o local, identifique o horário em que o sol se põe e o angulo ideal para que as fotos saiam adequadamente. Parece exagero, mas não é. Isso vai ajudar a decidir também o local ideal para montar a cerimônia e determinar o horário que deve começar seu casamento.

6. Não prestar atenção nos contratos assinados

Isso vale para tudo na vida; assinar um contrato sem ler absolutamente tudo e ter consciência do que está realmente comprando, é o mínimo do bom senso. Com os itens da sua festa de casamento, a mesma coisa! Verifique o que o serviço contratado contempla, o prazo de entrega e se o contrato especifica todos os detalhes envolvidos na transação.

A pior parte, ou seja, o mais importante, numa festa de casamento é o buffet. Verifique no contrato se há a descrição de todos os detalhes. Cheque se está tudo incluído: mesas, cadeiras, pratos, talheres, copos, garçons, equipe de apoio, bebidas e marcas, doces e pratos servidos. Pense que, tudo o que não estiver nesta lista, terá que ser providenciado por você! Ah, mais um destalhe importante: a cor! Verifique se tudo o que pediu consta em contrato, nas cores que você encomendou. Acredite, você não vai gostar de ver taças vermelhas quando contratou azuis, ou outro material qualquer no lugar dos seus cristais!

Verifique ainda a existência de taxas extras; elas sempre aparecem 15 dias antes do casamento, no momento que a verba está quase no zero!

7. Tentar agradar a todos

Não tenha a ilusão de que absolutamente todos os seus convidados sairão falando maravilhas do seu casamento. Isso é quase impossível.

Claro que você planeja tudo da melhor forma e quer que sua família e amigos se divirtam. Porém, depois do trabalho feito, não fique pensando na opinião alheia. Se preocupar muito com o que os outros pensam vai acabar te atacando os nervos.

Cuide para que haja boa comida, em quantidade suficiente, bebida boa à vontade, boa música, ar condicionado e lugares suficientes para todos se sentarem. Isso é o básico para que todos se sintam bem. Qualquer coisa além disso como cores, decoração e local, é sobre você!

8. Acreditar que 10% não vão ao casamento

Existe uma estatística de praxe, que postula que cerca de 10% dos convidados geralmente não comparecem á festa. Pois é, geralmente… Mas não é uma regra válida para todas as festas. As vezes esse número falha…  Se você planejar tudo, até o espaço da festa e a quantidade de comida e bebida pensando assim, pode ter uma surpresa desagradável no dia.

Por exemplo, se você reservou um local para 200 convidados mas convidou 240, na expectativa de que 40 pessoas faltarão, se isso não acontecer, já imaginou o que acontece?

Não tenha por premissa de que o fato de uma pessoa não confirmar presença, é 100% garantido que ela não vá. Isso sem falar naqueles convidados maravilhosos que levam pessoas sem avisar.  Pense em todas essas variáveis e cubra-se de todas as garantias que puder para que as surpresas de sua festa sejam todas resolvidas a contento e não causem uma dor de cabeça maior num dia em que você deveria ter somente alegrias…

4 comentários

Cliquei aqui para postar um comentário

  • Esse site é um paraíso para noivas. Eu estou planejando meu casamento ao ar livre. Vi que Abril é um mês ótimo pois chove pouco, não faz calor e os preços das flores e espaço são mais baratos. Minha dúvida é que eu pretendo fazer um coquetel e deixar tudo ao ar livre, o que eu faço se chover? Como fica a decoração? Grata desde já! Beijos de luz!

    • Oi Julia, que bom que você está gostando do site!!! Fico feliz!! Olha, o ideal é você ir monitorando o tempo durante a semana do casamento, com uns dias de antecedência você consegue saber se irá chover no dia. Dai teria que alugar tendas para que todos fiquem confortáveis. Se o local tiver espaço coberto, veja uma decor que você consegue aproveitar no lado externo e interno. Com chuva e vento fica um pouco complicado, mas vamos torcer pra tudo dar certo né!!!
      Bjsss

  • Ai que legal esse espaço pra noivas. Me casei a um ano e só eu sei o que passei com tanta correria mas toda a arrumação do casamento, organização etc… São tão emocionantes, ainda mais qdo a noiva organiza tudo e é meio controladora como eu rsrs

    Fato é que sou louca em casamentos e tbm amo ajudar a “salvar as noivinhas” rsrs pq a gente realmente precisa de socorro ainda mais às vésperas.

    Amei as dicas daqui, me identifiquei com mtas e sei que ajudará mtas noivinhas bjos

    • Oi Alline, que bom que gostou do site! Muito obrigada! Quando começamos a planejar um casamento não temos a mínima ideia de onde estamos nos metendo!!rsrs Os sites e pessoas como você são importantes por isso, para ajudar outras noivas. Essa troca de experiencias acalma né! Bjs bjs

Junte-se ao
Uma vez por semana lhe enviaremos nossa seleção de insights, tendências e tudo o que você precisa saber para que o grande dia seja inesquecível!