Planejamento

O que é preciso saber antes de marcar a data do casamento?

Marcar a data do casamento é algo que exige cuidados e atenção a diversos detalhes. Conheça alguns deles no post de hoje.

Vocês têm a certeza de que querem viver “felizes para sempre” e, então, resolvem se casar. O primeiro passo – e também a primeira preocupação – é a escolha da data. E acredite: essa está longe de ser uma tarefa fácil.

Não basta olhar no calendário e pronto, escolher o dia! Hoje, eu fiz uma seleção de tudo que você precisa saber antes de marcar a data do casamento, porque há muitos aspectos que precisam ser bem pensados, e com bastante antecedência. Vamos lá?

A difícil escolha da data

A escolha da data do casamento parece ser a coisa mais simples de todo o processo que ela desencadeia, mas, na verdade, não é. Uma série de fatores precisa ser analisada para que a data seja perfeita e contribua para que o casamento saia como você sempre sonhou.

Primeiro de tudo, é preciso verificar em que dia da semana e mês cai esta data especial. Existem períodos em que os locais são mais caros e concorridos, da mesma forma que há meses em que chove muito na sua região e épocas do ano que são perfeitas para o cultivo daquela flor você quer usar no seu buquê. E suas férias e as do seu noivo, quando poderão ser agendadas?

Como você já deve ter percebido, esse é só o começo da maratona para marcar a data do casamento.

Considerações sobre a data

Alguns casais de noivos gostam de dar um significado ainda maior ao dia do casamento e optam por escolher uma data que seja significativa para eles. Por exemplo, o dia do início de namoro, o primeiro beijo, o aniversário de um deles ou de algum ente muito querido.

Quando a opção é por um dia assim, pode ficar um pouco mais complicado conseguir marcar a data do casamento, e, talvez, seja preciso abrir mão do sábado, por exemplo, ou do mês mais apropriado. Vale considerar o que é mais importante, no que vale a pena insistir e, também, saber a hora de desistir de uma ideia inicial.

Casamento no sábado

O sábado é um dos dias preferidos para marcar a data de casamento, já que a maioria das pessoas não trabalha. Além disso, os convidados podem se deslocar de outras cidades e ainda há o domingo para descansar ou continuar a festa até o café da manhã.

Mas, como tudo na vida é uma questão de oferta e procura, o sábado é, também, o dia mais caro fazer um casamento. Portanto, se você quiser pagar menos, considere a possibilidade de se casar em um domingo ou mesmo durante a semana. Avalie essa alternativa que, além do custo, pode dar um charme a mais na cerimônia e ser um diferencial.

O domingo pode ser um dia legal para casamentos durante o dia, ao ar livre. Assim, todos aproveitam o dia e descansam à noite.

A lua de mel

A data para marcar o casamento também deve considerar onde vocês querem passar a lua de mel. Existem lugares que dependem do clima para que a viagem valha a pena, então, é bom tomar este cuidado.

Viajar para o nordeste na época da chuva ou para a Europa no inverno e não poder sair do hotel por conta da neve pode frustrar sua lua de mel. É importante tomar cuidado para conciliar a data do casamento com o melhor período no destino da viagem escolhida.

Eventos e feriados

Cuidado com grandes eventos próximos à cidade em que você vai se casar. Isso atrapalha muito o trânsito local, sem contar com hotéis costumam ficar lotados. Grandes eventos nacionais também podem tirar os convidados da sua festa – ninguém merece ter que ir a um casamento no dia do jogo do Brasil na final da Copa do Mundo, não é mesmo?

Cheque, ainda, no calendário, se a data escolhida não é um feriado ou emenda. Isso pode ser um complicador na agenda dos locais da festa e, principalmente, na programação das viagens de seus convidados.

Igreja e local da festa

A escolha para marcar a data do casamento vai depender muito da disponibilidade da igreja e do local onde você quer fazer a festa. De nada adianta querer casar em setembro, por exemplo, se todos os lugares estiverem lotados. Talvez você tenha que adiar para novembro, por exemplo.

Falando em meses do ano, vamos ver o que cada mês reserva para os noivos?

Escolha do mês

Mês pior ou melhor para marcar a data do casamento é uma questão de ponto de vista, afinal, depende do seu desejo e prioridades. Mas é claro que cada um deles tem suas particularidades, certo?

Janeiro, Fevereiro e Julho

Nesses meses de férias, os locais de festa estão mais livres, portanto, talvez você até consiga um preço melhor no aluguel. Os prestadores de serviço também concedem bons descontos nesta época, exatamente porque têm menos trabalho.

Por serem meses de férias, pode ser uma boa escolha para quem tem convidados que moram muito longe e precisam viajar para poder estar presente ao casamento.

Janeiro é bom para quem quer garantir um dia ensolarado em seu casamento. Mas a menos que você more no Norte do País, é preferível que o casamento seja em locais fechados e com um bom sistema de refrigeração para seus convidados não derreterem com o calor.

Por ser alta temporada, lembre-se de reservar com antecedência o Dia da Noiva. E leve em conta que a lua de mel sairá mais cara já que, nesta época, hotéis e passagens aéreas são mais procurados e, portanto, os preços vão pras alturas!

Fevereiro ainda está nas mesmas condições, porém tem o agravante do Carnaval, que precisa ser levado em conta, afinal, muitas pessoas resolvem viajar neste período.

Se escolher julho, outro mês de férias, considere o frio na maioria das regiões do Brasil. Aí, o ideal é também fazer a festa em locais fechados para que seus convidados fiquem mais confortáveis. Neste mês, o vestido de noiva pode ser mais fechado, o que confere uma elegância extra, e o buffet da festa pode incluir vinhos e comidas mais quentes, como caldos e massas.

Março

É um mês que dispõe de muitas variedades de flores, em especial as orquídeas. A lua de mel pode ficar mais barata, afinal, é fim da alta temporada. O ponto negativo é o clima. “São as águas de março fechando o verão”, já dizia Tom Jobim. Por isso, melhor não arriscar marcar a data do casamento para esse mês se a ideia é cerimônia ao ar livre.

Abril

É um mês que não muita procura, embora seja uma época excelente para casamentos ao ar livre, no campo ou praia. Além de poucas chuvas, o clima é ameno e agradável.

Maio

Esse já teve fama de “mês das noivas”, o que está caindo por terra, porque os noivos perceberam que tudo fica mais caro, inclusive as flores, já que é mês das mães, também. Se você realmente quer casar nesse mês por causa do clima excelente, reserve tudo com bastante antecedência e prepare o bolso.

Junho

Mês frio, também, mas sem ser férias. Pode ser uma boa opção.

Agosto

Devido algumas superstições, este mês é menos procurado para casamentos. Eu acho uma bobagem, e se você também não liga para essas crendices, pode encontrar locais disponíveis com preços menores. Essa é a época, também, de troca de coleção de vestidos de noiva, o que permite que você encontre um modelo incrível e por um preço mais acessível.

Setembro

Hoje, este tem sido o mês escolhido por 9 entre 10 noivas. Todo mundo quer casar na primavera, e por ser tão romântico e lindo, setembro pode ser considerado o novo “mês das noivas”.

Apesar de ser um ótimo mês para casamentos ao ar livre e para a escolha das flores, que são abundantes nesta época, fique atenta, aos preços, e faça suas reservas e orçamentos com muita antecedência.

Outubro

Este mês vai na onda de setembro e também tem bastante procura. As temperaturas são gostosas com poucas chances de chuva e muitas ofertas de flores.

Novembro

Por ser o mês do pagamento do 13º salário, novembro pode dar uma folga no orçamento dos seus convidados para as despesas com o casamento. Isso beneficia vocês, também, com um extra para os custos da festa, que não são poucos. Fique atento aos feriados, que são vários, neste mês.

Dezembro

É o mês da emoção: Natal, festas, confraternizações, Ano Novo. Alguns noivos gostam de aproveitar esse clima e entrar na onda das festas para marcar a data do casamento. Se esse for o seu caso, agende até o dia 15 e mande os convites com antecedência, para que seus convidados não assumam outros compromissos, que são muitos nesta época.

 

A descrição mês a mês ajudou você a escolher a melhor época para marcar a data do casamento dos seus sonhos? Então, corra atrás dos preparativos, e se gostou do texto, compartilhe-o com suas amigas nas redes sociais!

 

Junte-se ao
Uma vez por semana lhe enviaremos nossa seleção de insights, tendências e tudo o que você precisa saber para que o grande dia seja inesquecível!