reforma_021
Decoração da casa

Quero reformar meu apartamento, por onde começo?

Já que reforma é um assunto complicado, e geralmente quem casa acaba inventando uma reforminha aqui, outra ali… aí surgem inúmeras dúvidas, a gente resolveu dar uma mãozinha e esclarecer alguns pontos com uma profissional da área. Veja as dicas da arquiteta Amanda Forte  para deixar tudo mais simples!

Começar uma reforma é quase igual a organizar uma festa de casamento; um gasto puxa o outro e não dá para parar mais! São mil detalhes, coisas que nem imaginamos e para passar o limite de orçamento é muito fácil. Se está nesta fase, de planejar uma reforma e não sabe o que fazer e nem por onde começar, segue um passo a passo para você reformar e ter sua casa dos sonhos!

Pré-requisitos!

Planejar: Um dos pré-requisitos é o planejamento. Reflita com calma sobre seus objetivos e necessidades. Pesquise muito e coloque tudo no papel!

Fazer mudanças de planos no meio da reforma pode ser um desastre. Além de aumentar muito os gastos, a obra pode demorar muito mais para ficar pronta. Em média uma reforma dura de 2 a 3 meses, mas isso é relativo com a situação financeira de cada pessoa e a complexidade da obra.

Custos: O planejamento da reforma deve incluir a pesquisa sobre os custos com materiais e mão de obra. Você pode conversar com profissionais da área e fazer pesquisas em lojas de construção pela internet. Por isso, se os gastos não forem planejados, você corre o risco de precisar conviver com uma parede pela metade, ou com um piso inacabado.

Contratar um profissional: Se sua reforma for mais complexa (quebrar paredes, troca de pisos, instalação de ar condicionado, etc.)  vai precisar contratar um profissional da área. O proprietário ou morador deve apresentar para o síndico um plano de reforma e uma ART  (Anotação de Responsabilidade Técnica) ou RRT (Registro de Responsabilidade Técnica), assinados, respectivamente, por um engenheiro ou arquiteto que deverá acompanhar a obra.

O profissional, além de assinar termos técnicos e montar o projeto, pode ser contratado para auxiliar na compra de materiais e fazer o design de interiores para um cômodo só ou todos eles. Tudo de acordo com seu bolso!

Se já mora na residência que será reformada, tenha consciência de que a obra vai ocorrer de cômodo a cômodo, por isso pode demorar mais. E não vale reclamar do barulho.

Quero começar a obra agora, como faço?

Se já fez os três itens acima e está pronta para começar a obra, veja um modelo de cronograma básico das fases que vai passar.

  1. Ligação de água e luz para o imóvel – se o imóvel for novo.
  2. Demolição e Infraestrutura – Nesta fase será feita a demolição de paredes. Tem que ser contratado um serviço de remoção de entulhos e caçambas. Em seguida, se constrói as novas paredes e inicia-se a parte de infraestrutura.
  3. Revestimentos de parede – Primeiro, começamos pelas pastilhas e outros tipos de revestimentos. Já o piso deixamos para depois, já que os andaimes do gesso podem arranhar e danificar o material gerando um custo extra.
  4.  Modificação de pontos elétrico e hidráulicos – Se deseja mudar algum ponto de luz ou água, já deixe a fiação pronta antes do gesso e revestimento. Faça um check-list com seus eletrodomésticos e eletrônicos pra nada passar despercebido. É péssimo quando queremos uma tomada próxima a pia e não achamos!
  5. Gesso e Iluminação – Simultaneamente com o gesso, trabalha o eletricista deixando todos os pontos elétricos (somente os pontos elétricos, nunca as luminárias) especificados pelo projeto luminotécnico.
  6. Impermeabilização – Caso tenha sido retirado o piso que a construtora colocou, você perde a  impermeabilização. Para não correr riscos de infiltrações em áreas molhadas, como cozinha, varanda e banheiros, o ideal é impermeabilizar! Em apartamentos as infiltrações chegam no vizinho de baixo e você terá de pagar a reforma dele se isso acontecer.
  7. Instalação dos pisos e rodapés.
  8. Mármores e Granitos – Instalação de tampos, bancadas da cozinha e banheiros.
  9. Emassamento e Pintura – Aplicação de massa corrida, lixamento e pintura.
  10. Instalação de Luminárias e acabamentos elétricos.
  11. Instalação de marcenaria – Lojas de móveis planejados e marcenaria demoram cerca de 2 meses para entregar os móveis. Se prepare para ter paredes arranhadas!
  12. Instalação de louças e metais.
  13. VidraçariaInstalação de espelhos e boxes.
  14. Limpeza grossa pós obra.
  15. Retoque na pintura se necessário. 

Como em toda reforma, podem ocorrer imprevistos e variar a ordem do cronograma.

E aí, se animou para começar a sua reformar?

Em caso de dúvidas, segue o contato da arquiteta ok! contato@amandafortearquitetura.com

Junte-se ao
Uma vez por semana lhe enviaremos nossa seleção de insights, tendências e tudo o que você precisa saber para que o grande dia seja inesquecível!